segunda-feira, 4 de outubro de 2010


You Fill my Heart @

Aquela música que surge quando não te consegues explicar, mas que curiosamente ela explica tudo. Consegue fazer-te entender a ti mesmo, consegue fazer os outros entender-te e consequentemente leva-te a pensar em todas as ondas que deixas-te partir, em todos os ventos que te tentaram levar mas com quem tu mediste forças, no passado, no presente e no que deves fazer e, posteriormente, farás. Essa tal música, colocou-me aqui, colocou-me aqui para fazer o que posteriormente é acertado fazer depois de pensar e repensar. Mas, é certo também, que não será a primeira e última vez, porque funciono de diferente forma, mais fria, mais anormal, mais estranha .. talvez. Por vezes preciso sair, sair do meu quotidiano, sair do meu meio, sair daquele clima, mesmo que nada nele esteja errado e aí quem está deve entender: o erro é meu. Sou apenas eu que não estou bem. O ideal, muitas vezes, seria ficar noutro mundo, bem longe do Planeta Terra, só eu e os meus pensamentos, porque nestas alturas, deixo de ter sentimentos. Posso fazer o meu caminho, pensar, pensar de novo e pensar mais uma vez, mas isso não me dá saudade, na verdade, não me dá nada, é apenas uma maneira de matar o tempo e tirar o olhar dos ponteiros do relógio. Mas então .. eu volto. Eu volto a pensar, a querer, a sentir, eu volto atrás para ir buscar a bagagem que deixei ficar e que agora eu preciso, vou ser fria, mas clara, porque admito que nem sempre preciso, há aquelas pequenas grandes fases que tudo é acessório, tudo é dispensável e tudo pode ficar em casa porque não preciso de tal para fazer o meu dia-a-dia. Neste momento, estou vazia, mas pretendo ficar preenchida de novo e vou dar tudo de mim para atingir esse objectivo, porque se dou tudo para largar, também darei tudo para agarrar, vezes e vezes sem conta.
Sinceramente? Sou assim. Mas nunca esqueço, nada.

E no final de toda esta luta, de toda esta reviravolta,
sou capaz de desligar os sentimentos de quem já há muito abandonou tudo
o que me podia conectar com ela e sou capaz de reacender a chama
que estava bastante fraca, quase morta, porque aclareio as ideias,
entendo o que quero e o que preciso e gasto tudo
o que estive até hoje a recuperar.
Logo, faz sentido, todo o sentido !

WorldHallucinate

15 comentários:

  1. Nossa gostei muito do que li por aqui, meus parabéns, vou seguir ok? Dá um pulo lá no meu e dá uma olhada, axo q vc vai gostar. Me siga tbm se possível :p

    ResponderEliminar
  2. Olá adorei o seu texto, belissimo

    um beijo flore
    ^^

    http://pensamentosdapoetisa.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. está lindo.
    adorei!

    parabéns!

    passa aqui sff, e segue-me $:
    http://fundodaspalavras.blogspot.com

    ResponderEliminar
  4. gostei imenso do blog, o testo está lindissimo, vou seguir (:

    ResponderEliminar
  5. woow, grande texto, gostei. vou seguir

    ResponderEliminar
  6. *.*
    Certas vezes faz mal não pensar, e não seguir o caminho que segues. Gostei bastante :)
    Mesmo fácil de entender. *

    ResponderEliminar
  7. Amei seu blog. Tô seguindo!

    Se quiser,poderia seguir o meu?

    http://doce-meio-amargo.blogspot.com/

    Bjos

    Nina

    ResponderEliminar
  8. gosto muito da musica que tens no blog *-*

    ResponderEliminar
  9. Tua escrita é de esbugalhar os olhos
    e Cair a Boca das Palavras!
    Muito bacana teu espaço...

    virei teu fã

    agora te sigo aqui!

    Raphaah Abreu

    ResponderEliminar
  10. que lindo. gosto espeçialmente desta frase : "Consegue fazer-te entender a ti mesmo, consegue fazer os outros entender-te..."

    ResponderEliminar

O que achas do meu blog ?